Câmara homenageia o barbeiro Silvério dos Passos Leão

por Eduardo Maia publicado 10/10/2018 12h15, última modificação 10/10/2018 12h15
Título de Cidadania Benemérita foi concedido ao entrerriano pelo gesto voluntário de corte de cabelos dos idosos do Asilo Dona Alzira Ribeiro por 20 anos

Emoção e reconhecimento. A reunião ordinária de 4 de outubro foi marcada pela homenagem ao sr. Silvério dos Passos Leão, que recebeu o título de cidadão benemérito por se dedicar, ao longo de 20 anos, a cortar o cabelo de idosos assistidos pelo Asilo Dona Alzira Ribeiro. Silvério, homem devoto e muito reconhecido pelos amigos e clientes, compareceu à Câmara na presença de familiares, sendo homenageado pelo autor da proposta, o vereador Daniel Vieira. Durante o ato, os idosos acompanharam a homenagem e participaram do momento, expondo a gratidão pelo belo serviço prestado pelo profissional.

Confira as fotos da homenagem e o texto lido no plenário.

"O gesto caridoso e que guarda extrema sensibilidade faz evocar um dos mais nobres exemplos que se possa registrar nesta cidade. Em uma proposta voluntária de se dedicar algumas horas de um domingo a cortar o cabelo de idosos no Asilo Dona Alzira Ribeiro por mais de 20 anos suscita nesta Câmara a necessidade de se destacar este feito por um homem extremamente honrado: Silvério dos Passos Leão.

Conhecido pela sua tradicional barbearia localizada na Rua Major Juscelino, onde atende aos amigos e velhos conhecidos que por ali passam diariamente, Silvério é um homem devoto, de trato simples, com o qual é possível gastar horas com boas lembrando de momentos áureos de nossa cidade, de pessoas ilustres e de acontecimentos marcantes.
Silvério nasceu na Vargem do Engenho em 26 de abril de 1940. É filho de Agripina dos Passos Moura e de Amador de Souza Leão, nome que inclusive foi atribuído a uma das importantes ruas do bairro onde nasceu. Sendo um dos 12 filhos do casal, viveu uma vida simples desde a infância, tendo sido criado na roça, trabalhando na ordenha e na lavoura.
Em 1972, casou-se com Dona Maria Luiza, união que gerou três filhos. Do enlace destes, quatro netos, sendo dois homens e duas mulheres. Hoje, aos 78 anos, ainda faz questão de continuar a exercer o ofício de barbeiro, abrindo a barbearia de segunda a sábado, espaço que conta com duas cadeiras para o atendimento aos clientes, um banco para os que aguardam, o quadro de Nossa Senhora da Conceição, à qual é devoto desde a infância. Nas paredes, o registro fotográfico e uma pintura de seus pais, além de um certificado emitido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) apregoado na parede, datado de 30 de junho de 1970, o qual lhe atribui a capacidade técnica para atuar no ramo.
Sobre o trabalho que desempenha há 20 anos no Asilo Dona Alzira, afirma que começou a desenvolvê-lo pelo puro interesse de ajudar às pessoas sem esperar por recompensas. Desde então, guarda boas memórias que ricas relações que estabeleceu com os idosos durante este tempo, sendo alguns já falecidos. Visitando a instituição em todo o primeiro domingo de cada mês, considera o gesto como algo simples, não sendo digno de merecer esta honraria. 
No entanto, esta Câmara reconhece que, assim como o belo trabalho desempenhado pelos funcionários e pela direção do Asilo, o gesto voluntário do Sr. Silvério se reflete como um dos mais importantes atos de caridade já prestados. Deve se tornar exemplo a cada um de nós, refletindo sobre princípios de altruísmo e benevolência, especialmente em um tempo em que atos assim estão cada vez mais escassos.
Por esta razão, convida a todos os presentes para uma calorosa salva de palmas ao Sr. Silvério dos Passos Leão, pelo importante trabalho desenvolvido ao longo destes 20 anos."







error while rendering plone.comments